Papo de Sexta com Cláudio do Brasília: bastidores da volta do XV de Caraguá ao futebol

718
Filho do Vicente do Brasília, Claudio, de 40 anos desde cedo tem o futebol como principal atividade.Formado em Educação Física, e ativo em muitos projetos de futebol na cidade, fez parte da comissão técnica do XV de Caraguá na Copa Ouro 2017. Sua saída, juntamente com a de toda a comissão é um dos assuntos deste Papo de Sexta.

EC- De onde partiu a iniciativa de trazer de volta as categorias de base do XV de Caraguá e o que ocasionou depois de um torneio disputado a saída de toda a comissão técnica?
C- Bem, esse sonho meu, do Léo, do Vandinho, e depois fizemos o convite pro Paulo e pro Juan, vem de uns 3 anos atrás quando juntamente com o Léo entramos na disputa de competições de categoria de base de alto nível.Montamos um projeto para ter uma base bem forte, e quando o vereador Vandinho foi eleito nosso projeto ficou mais forte, pois ele abraçou a causa por ter um projeto de base muito forte há 15 anos no bairro do Jaraguazinho que é o projeto Criança Feliz.Com a ajuda também da nova administração começamos a colocar as coisas em prática.Tenho uma ligação desde cedo com o XV, joguei em todas as categorias na base, nos juniores, no profissional, fiquei 5 anos de preparador físico, passei por bons e maus técnicos e presidentes, com o "seu" Eduardo Gonçalves que era bom e competente
Esse ano, começamos á disputa da Copa Ouro para pleitear a vaga no profissional, não conseguimos para esse ano e então tivemos  a idéia de tentar na Associação Paulista a vaga para o XV. Era o último dia das inscrições, mas conseguimos e foi bom, a competição era forte, ainda que a nossa estrutura não fosse a ideal estavamos dando um passo de cada vez.No meio desse caminho infelizmente ocorreram coisas que nós da comissão não concordavamos, nós não somos perfeitos mas queriamos sempre melhorar, tivemos reuniões mas depois as coisas não caminhavam conforme acertado. Fomos até o fim, cumprimos com nossa palavra e deu no que deu.

EC- Foi uma decepção ter saído do XV de Caraguá?
C- Decepcionou sim pois arrumamos tudo, tiramos mato, pintamos.4 professores de Educação Física, o Paulo, Juan, o Léo e eu.E de repente tomamos uma rasteira de gente que achavamos que conheciamos.Tentaram nos colocar um contra o outro, depois mandaram embora o Paulo e o Juan, que eu não concordei por que não havia motivo.Muita decepção por que foi tempo perdido, entravamos às 7 da manhã e só íamos embora às 9 da noite todos os dias, você não imagina o quanto de coisas que nós fizemos. Foi uma grande decepção pois á criança estava feia e agora que está melhorando nós não estamos mais lá.

EC-Por tudo isso, foi bom para o XV não entrar no profissional este ano?
C- No começo até a gente se empolga mas deus sabe o que faz. Ainda bem que os laudos não passaram aquele dia pois aí o XV teria que pagar salário, INSS, fundo de garantia, tudo que um atleta ou trabalhador tem direito. Ainda bem que não aconteceu e eu acho improvável que aconteça ano que vem por que esses laudos são demorados e por que no litoral não temos um estádio com capacidade mínima.

EC - Não está na hora de renovar o comando do XV de Caraguá?
C- Então, tem que ter tempo para o clube, não que o doutor Pedro não tenha, mas tem que dar oportunidade a todos, pra tentar fazer coisas boas para o clube, angariar fundos. Hoje está bem maior a atenção sobre os dirigentes, eles não podem mais ficar deixando dividas que o Ministério Público está em cima.Tem que dar a oportunidade para que se trabalhe com o XV. Não é fácil, mas também não é um bicho de sete cabeças.

EC - O fato do XV ter perdido muito da sua credibilidade durante muito tempo também atrasará qualquer tipo de tentative de retorno?
C- Apesar da crise, existem mecanismos de incentivo fiscal que incentivassem o investimento. O XV deveria ter uma pessoa para cuidar disso, por que para participar disso, precisa estar certinho com todos os documentos legais.

EC - Quais serão os próximos passos da comissão técnica que deixou o XV de Caraguá?
C- Gostaríamos de ter permanecido no XV. Fizemos a inscrição da garotada do projeto na próxima competição da Associação Paulista e vamos continuar trabalhando  a base com os projetos para outras competições utilizando o nome de Caraguatatuba, mantendo a parceria com a prefeitura.

Evandro Claro