Atleta nascida em Caraguatatuba sofre acidente de carro e está fora das Olimpíadas de Inverno

140

O Brasil sofreu uma baixa para os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim-2022. Bruna Moura, representante do país no esqui cross country, sofreu um acidente de carro e não poderá disputar a competição. Segundo o Comitê Olímpico do Brasil (COB), o acidente ocorreu próximo à cidade de Obervintl, na Itália, enquanto a atleta seguia para o aeroporto, de onde iria para a Alemanha. Lá, ela faria o exame de PCR exigido para entrada na China, após ter testado positivo para a Covid-19.

O acidente aconteceu quando o motorista tentou uma ultrapassagem perigosa na estrada e bateu em um caminhão. Bruna Moura sofreu fraturas no braço, nos pés e está hospitalizada em Lozano, na Itália. Segundo o COB, a entidade e a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) estão prestando todo o suporte à atleta. O motorista faleceu na hora.

Vale lembrar Bruna participou de uma competição na Áustria, onde garantiu a vaga para os Jogos de Pequim-2022. No dia seguinte ao torneio, testou positivo para Covid e ficou de quarentena no país antes de sofrer o acidente nesta quinta-feira (27). Aos 27 anos, ela disputaria sua primeira Olimpíada.
Assim, com a impossibilidade de Bruna Moura participar da competição, o COB e a CBDN convocaram para seu lugar a atleta Eduarda Ribera, terceira colocada entre as atletas que disputaram as duas vagas femininas do Brasil na modalidade. Ela já vinha cumprindo os protocolos exigidos e deve embarcar para a China nesta sexta (28).