Entrevista com o Secretário de Esportes de Caraguatatuba Edvaldo Ormindo

382
O Site de Esportes de Ricardo Mazzei entrevista o Secretário de Esportes de Caraguatatuba Edvaldo Ormindo. Pela segunda vez a frente da Secretaria, ele conta o que espera do esporte na cidade em 2022.

EC - Com o retorno das atividades nos núcleos da secretaria,  como o esporte da cidade começa 2022?

EO - Começa com cautela. As atividades aqui no Cemug estão voltando aos poucos, com calma e esperamos que em breve estejamos com as atividades no seu funcionamento normal, mas tudo com muita calma.

EC - O processo de contratação dos professores ocorreu com mais tranquilidade esse ano, por ser um processo seletivo?

EO -  Sim, foi mais tranquilo,  a Secretaria fica mais tranquila por saber que é um processo seletivo e não tivemos problema nesse caminho para as contratações.

EC - O Secretário consegue vislumbrar no planejamento os Jogos Regionais? Como estão hoje nossas equipes de competição?

EO - Como tudo no esporte, as equipes ficaram paradas. Elas estão nesse processo de retomada. Antes dos Jogos Regionais teremos o Jori, que são os Jogos Regionais do Idoso. Eles estão ansiosos por esse retorno e já estamos focando neles e nas outras modalidades de competição.

EC - E como estão nossos núcleos? 2 anos parados, imagino que alguns acertos precisem acontecer.

EO - As obras ficaram paradas nos núcleos esportivos nesses 2 anos. Com o retorno conversei com o Secretário de Obras e teremos os acertos necessários para que tenhamos condições de receber bem todos que querem praticar esportes na cidade.

EC - No Cemug é necessário uma intervenção um pouco maior. Quando o Secretário acredita que teremos uma obra completa no local?

EO - Já tínhamos um projeto que foi interrompido por conta da Pandemia. Ele será retomado e acredito que ainda este ano poderemos ter essa obra. Precisamos mexer no nosso campo, readequar nossa quadra, entre outras coisas. Sabemos dessa situação, e estamos trabalhando em conjunto para que isso aconteça.

EC - E como está a relação com os clubes do futebol amador?

EO - Está boa. Eles entenderam a necessidade da paralisação e sabem que não seria justo com todos voltarmos apressadamente. Estão ansiosos para voltar, e esperamos que seguindo nosso calendário o Torneio Aniversário da Cidade seja um pontapé inicial deles, juntamente depois com a disputa das divisões do amador. Mas fazendo tudo com clareza, dentro das nossas possibilidades e com responsabilidade.

EC - O Secretário acompanha a situação do Xv de Caraguá? Em que pé anda a relação do clube com a Prefeitura?

EO - Há uma questão jurídica para ser resolvida,  que é em relação  a dívida do clube com a prefeitura. Mas ajudamos com transporte, das categorias de base. Apoiamos no que podemos,porém podemos apoiar o amador, o profissional tem que andar com patrocinadores, apoio de empresários, pois a prefeitura tem suas limitações nesse sentido.

EC - Como o Secretário acompanha o aumento dos casos  de covid  e síndromes gripais?

EO - Com cautela. Esporte é saúde, a saúde mental também é importante e acredito que o esporte ajuda muito nisso, mas temos que respeitar as ordens que tuvermos. Torço para que consigamos  vencer isso em definitivo e as pessoas possam  praticar seus esportes mais tranquilas.

EC - Pela segunda vez o Secretário está a frente da pasta de Esportes. Qual a diferença nesta segunda passagem?

EO - Estou mais experiente. Minha saída para a Secretaria de Governo me ajudou muito. Esse retorno, juntamente com a equipe que montamos deixou tudo mais funcional. Sou professor mas aprendi muito nessa parte administrativa, e com os departamentos e ajuda de toda a equipe estamos seguros em fazer um bom trabalho.